O azul da Prússia e seu caráter soberano

O azul da Prússia é uma cor que não passa despercebida apesar de ser escura e tênue. Oferece um caráter sofisticado, elegante e calmo que contribui para a reflexão pessoal e a serenidade do espírito.
O azul da Prússia e seu caráter soberano

Última atualização: 04 Novembro, 2020

O conceito de seriedade pode ser perfeitamente estabelecido se utilizarmos o azul da Prússia. Essa cor pode contribuir de forma notória para a casa, proporcionando profundidade, contundência e vigor.

Pelo nome, pode parecer desconhecido. Provavelmente já o vimos em museus, palácios ou prédios públicos, mas não é tão comum em residências. Sem dúvida, esteticamente, ele chama a atenção e se destaca de forma evidente.

Por este motivo, é conveniente conhecer algumas fórmulas para aplicá-lo corretamente nos interiores. Não é interessante que ele esteja presente em todas as partes da casa, mas que apareça de forma pontual em um espaço e, assim, receba um papel de destaque.

O azul da Prússia, um aglomerado de sensações

O azul da Prússia e seu caráter soberano

Imagem: pinterest.es

Para descrever esta cor, devemos ter em mente que, do ponto de vista estético, ela proporciona inúmeras sensações. A calma é possivelmente a mais importante, pois cria um ambiente tranquilo graças ao seu caráter suave.

Outra de suas qualidades é a de acalmar o espírito; por isso, ela tem sido usada com um propósito específico: a meditação e a reflexão. O fato de utilizá-la em um quarto pode ajudar a adormecer e reduzir a ativação mental, de forma muito semelhante ao azul-índigo.

A própria seriedade que reflete está ligada, por sua vez, à temperança e à calma. Cabe ressaltar que a cor não favorecerá a luminosidade interna e, por isso, será necessário que outros recursos claros estejam presentes a fim de gerar contraste, para que não se estabeleça um ambiente muito sombrio.

Um recurso cromático muito interessante para ambientes sérios, pacíficos e calmos.

Como trabalhar o azul da Prússia nas paredes?

O azul da Prússia e seu caráter soberano

Imagem: pinterest.es

Se quisermos que essa cor esteja presente nas paredes, teremos diferentes formas de trabalhá-la e, certamente, de combiná-la de acordo com o cômodo em que estiver. O objetivo principal é de que haja uma harmonia no todo, que seja coerente e contribua para a saúde emocional.

  1. Todas as paredes podem ser cobertas com este azul. Não há nenhum problema se ele envolver todo o espaço e predominar de forma generalizada; no entanto, também existe a possibilidade de alterná-lo com branco ou algum cinza-claro.
  2. Na superfície de cada parede podem ser pendurados enfeites que, de uma forma direta, serão destacados por causa do tom escuro do fundo. Ou seja, ele ajuda a destacar ainda mais a decoração graças ao ambiente sombrio que gera.
  3. É importante contrastá-lo com o teto, o qual é recomendável que seja branco. Desse modo, perceberemos a sensação de amplitude acima e não nos sentiremos tão fechados no espaço. Em última análise, não se trata de escurecer completamente o espaço.
  4. Quanto ao piso, ele pode ser feito de madeira, pois esta cor combina muito bem com o tom marrom-escuro, ou também de revestimento branco ou acinzentado para diferenciar as partes e, assim, obter uma combinação cromática que pareça ter sido feita por um profissional.

Podemos encontrá-lo nos móveis?

O azul da Prússia e seu caráter soberano

Imagem: pinterest.es

O azul da Prússia tem uma capacidade de adaptação muito boa para qualquer superfície. Não importa a parte da casa onde esteja ou em qual tipo de recurso, pois ele pode aparecer de forma sutil e elegante em qualquer circunstância.

No caso dos móveis, podemos encontrá-lo na mesa de centro da sala, na cômoda de um quarto, na mesa de cabeceira ou em um armário. Os tamanhos não são importantes, pois o que importa é o tipo de participação que ele tem no espaço.

O móvel adquire uma condição de maior destaque, requintada e com estilo. Além disso, esta é uma cor adorável que geralmente agrada e que, onde quer que esteja, não passa despercebida.

A melhor oportunidade para decorar os interiores.

Azul da Prússia no sofá

Sala de estar

Imagem: amazon.es

Se quisermos que a sala seja enriquecida e tenha um caráter mais contundente, o sofá é o recurso a ser trabalhado. Assim, ele irá adquirir uma condição diferente, como se fosse o elemento soberano do espaço e o verdadeiro protagonista.

Pode ficar muito bem se compartilhar o mesmo tom com as paredes. De qualquer forma, relaciona-se melhor com os ambientes mais claros, gerando um contraste sutil e descontraído, sem perder a sensação de conforto.

Em resumo, o azul da Prússia é considerado uma cor que está criando tendência e que é uma forma de decorar obtendo elegância, distinção, seriedade e temperança. A fórmula ideal para dar mais personalidade à casa.

Imagem: pinterest.es

Pode interessar a você...
Aprenda a combinar o Classic Blue, a cor do ano de acordo com a Pantone
Decor TipsLeia em Decor Tips
Aprenda a combinar o Classic Blue, a cor do ano de acordo com a Pantone

Apresentamos o Classic Blue, a cor do ano; é um dos tons mais versáteis de se combinar e que se adapta a qualquer tipo de decoração.

 



    • Gwynn, Kate; Sloan, Annie: El color en la decoración, Blume, 1999.