A poltrona otomana: o descanso sofisticado

01 Novembro, 2020
O fato de nos diferenciarmos da decoração que geralmente é encontrada nas casas mostra o nosso carácter e personalidade. Se quisermos alcançar essa condição, a poltrona otomana será um recurso muito interessante.

Quando se trata de mobiliar a casa, devemos fazer a seleção mais adequada. Temos a tendência de nos contentar com os recursos que oferecem funcionalidade, mas por que não aplicar uma certa distinção e exclusividade? É hora de conhecer a poltrona otomana: o descanso sofisticado.

A originalidade é um conceito que queremos alcançar, mas que, às vezes, temos dificuldade para estabelecer. Como regra geral, um estilo decorativo deve ser composto por certos elementos que proporcionem apelo visual e que, ao mesmo tempo, sejam inovadores e refinados.

Os assentos geralmente se tornam peças fundamentais dentro de um espaço. A cor e a forma resultam eloquentes, assim como o seu posicionamento. Às vezes, eles detêm um protagonismo verdadeiramente significativo.

Como é a poltrona otomana?

A poltrona otomana: o descanso sofisticado

Imagem: 3dwarehouse.sketchup.com

Aparentemente, este recurso se destaca das outras poltronas mais comerciais. Se for analisada com atenção, perceberemos que é composta por duas peças: uma poltrona com base estrela fixa e um apoio para os pés com as mesmas características.

De fato, as duas partes não estão ligadas fisicamente; no entanto, para que os móveis façam sentido, eles precisam um do outro. Em outras palavras, eles estão diretamente relacionados entre si a fim de estabelecer uma concordância estética.

O design é inspirado nas poltronas dos anos 50 onde o caráter clássico e lustroso está presente à primeira vista. Por isso, a interessante imagem que apresenta, enriquece o espaço onde está localizada e valoriza a figura de quem a utiliza.

Um recurso decorativo que demonstra elegância, gentileza e personalidade.

A poltrona otomana: principais características

A poltrona otomana: o descanso sofisticado

Imagem: pinterest.es

Uma vez que já verificamos o seu aspecto estético, agora é hora de conhecer a sua estrutura e materiais. As características são realmente peculiares, o que mostra uma identidade que é inovadora no mundo da decoração.

  1. O conforto é uma das virtudes deste assento. É ligeiramente inclinado para trás para termos maior conforto. Dessa forma, a sua função é voltada para o relaxamento; rejeita-se completamente a sua visão para fazer trabalhos ativos.
  2. Assim que nos sentamos, percebemos que há 3 partes almofadadas de espuma: a parte horizontal, que é obviamente o próprio assento; a outra que serve para completar o espaço para a lombar e, finalmente, o apoio para a cabeça.
  3. Quanto ao apoio para os pés, esta é a parte mais simples. Eleva-se simplesmente como uma peça que complementa a poltrona. Entre a posição que adquirimos ao nos sentar e as pernas estendidas, sentimos uma certa desconexão com a realidade.
  4. Os materiais utilizados são: madeira para a estrutura, alumínio para as partes internas, a fim de obter estabilidade, e couro sintético preto, macio e resistente, para conseguir uma maior sensação de firmeza.
  5. Não devemos nos esquecer do design ergonômico adaptável a todos os tipos de pessoa. Inclusive, os braços ficam perfeitamente acomodados para que fiquem em repouso se assim desejarmos. Dessa forma, sentimos a sua capacidade envolvente e rotunda ao utilizá-la.

Sua localização nos cômodos da casa

A poltrona otomana: o descanso sofisticado

Imagem: pinterest.es

Uma das questões que mais preocupam pode ser onde localizá-la. Trata-se de um recurso interessante que atrairá todos os olhares, por isso a sua disposição deve ser cuidadosamente estudada.

Para conseguir um espaço personalizado e particular, qualquer canto da sala passa a ser uma boa referência. De qualquer forma, se quisermos dar seriedade a um espaço, no escritório ela adquirirá um significado muito mais apropriado.

É preciso ter em mente que a sua função não é ser um simples enfeite, mas tornar-se um elemento individualizado para o uso e bem-estar pessoal.

Em qual estilo fica melhor?

Não é fácil determinar um estilo exclusivo para esta poltrona. Afinal, ela tem múltiplas possibilidades; tudo dependerá do ambiente ao seu redor. Portanto, é necessário saber escolher bem os recursos decorativos no seu entorno para, dessa forma, estabelecer uma harmonia geral.

Tanto no estilo alternativo quanto no industrial, há uma grande oportunidade. No entanto, é preciso ter em mente a sua capacidade estética, de forma que ela também é muito interessante para as casas clássicas e que estão ligadas ao estilo vanguardista do século XX.

Em resumo, a relação estabelecida com o restante dos móveis é fundamental, assim como as cores que estarão ao lado da poltrona. É interessante que tons neutros e quentes estejam presentes; dessa forma, será estabelecida a harmonia do ambiente.

Imagem principal: Imagem: vitra.com

 

  • Parodi, Aníbal: Puertas adentro: interioridad y espacio doméstico en el siglo XX, Barcelona, UPC, 2005.