Tipos de recheio para capas nórdicas

22 de outubro de 2018
Para escolher um bom recheio para sua capa nórdica, você deverá levar em consideração a temperatura da sua casa, o tipo de aquecimento ou o isolamento térmico. Com base nisso, vamos encontrar diferentes tipos, que explicaremos neste artigo.

Na hora de escolher o recheio para capas nórdicas (capas de edredom), devemos prestar atenção em uma série de características ou qualidades. Às vezes, especialmente em relação a colchões, capas nórdicas e tudo o que esteja relacionado ao descanso, compramos sem muita informação. Para evitar isso, você só precisa saber um pouco mais sobre as diferentes capas nórdicas, para escolher aquela que se adapte às suas necessidades.

Além disso, atualmente, graças à possibilidade de comprar em lojas online, o número de opções aumentou. Em geral, aqueles que realmente são de qualidade custam um pouco mais. Mas, vale a pena o investimento. A nossa dica é que você compre um recheio mais leve para o verão e outro mais pesado para o inverno.

Por isso, quando você se questionar sobre qual recheio escolher, deve considerar as seguintes perguntas, muito importantes ao fazer uma boa compra:

  • Em que época do ano você usará a capa nórdica.
  • Qual é a temperatura média na área da casa onde estão os quartos.
  • Se a sua casa é bem isolada termicamente ou não, e se tem bom aquecimento.

Em relação a isto, ou seja, dependendo da temperatura que você deseja alcançar, encontramos quatro tipos principais, cada um relacionado a uma das quatro estações do ano.

Com isso em mente, você restringirá ainda mais as pesquisas, reduzindo significativamente as opções de escolha. Como todos sabemos, uma das vantagens dos nórdicos (edredons), é que eles permitem que você faça a cama com mais facilidade e rapidez.

Quais características deve ter um bom recheio para capas nórdicas?

A seguir, antes de focar nos principais tipos, falaremos sobre as características mais importantes que um bom nórdico deve ter.

  • Isolamento térmico: independentemente da época do ano em que seja utilizado, todos os recheios devem manter o máximo de calor corporal possível.
  • Transpiração: a maior ou menor rapidez com que a umidade evapora nos dirá qual é a qualidade do produto.
  • Limpeza e manutenção: em tese, ambos os processos não devem apresentar qualquer dificuldade, desde que o recheio tenha uma qualidade aceitável.
  • Sensação de leveza: um recheio, apesar de acharmos que tem muito volume, pode ser leve, sem nenhum problema. Mesmo assim, sempre encontraremos uma variedade de espessuras disponíveis.
  • Acolchoado: muito relacionado ao tipo de recheio escolhido.
  • Proteção contra fungos, bactérias e ácaros: estas são apenas algumas das características que os recheios para capas nórdicas podem ter. Eles também podem ser hipoalergênicos.
  • Revestimento do recheio: é aconselhável cobrir o recheio antes de inseri-lo na capa escolhida, para evitar que as penas saiam. Essa cobertura externa é geralmente feita de algodão ou microfibra.
Quais características deve ter um bom recheio para capas nórdicas?

Plumas/penas como recheio para capas nórdicas

Quando um recheio é feito de penas ou plumas, estamos falando de nórdicos naturais.

Para obter esses recheios, são utilizadas penas e/ou plumas de algumas aves, como gansos ou patos. Não podemos esquecer que o resultado irá variar dependendo da idade das aves escolhidas, bem como das diferentes subespécies existentes. Tudo isso condicionará o tipo de plumagem.

Um bom edredom deve ter uma porcentagem muito mais alta de plumas do que de penas, aproximadamente 90% e 10%, respectivamente. Mas, por quê? A pluma (também conhecida como Duvet) pode pesar até dez vezes menos do que uma única pena. Além disso, quanto a qualidade da pluma, menor será a quantidade necessária.

Lembre-se de que em um nórdico com preenchimento de penas será possível detectar pelo tato o cálamo das penas, isto é, a parte rígida correspondente ao eixo. Por outro lado, no caso das plumas, isso é quase inexistente, o que produzirá um toque mais suave e macio.

plumas como recheio para capas nórdicas

Utilização de fibras no recheio para capas nórdicas

A seguir, vamos nos concentrar no segundo tipo de recheio, conhecidos também como nórdicos sintéticos.

As fibras têm qualidade inferior ao recheio natural, portanto, são geralmente mais baratas, mas também menos duráveis. Como no caso dos nórdicos naturais, é importante conhecer os tipos de fibra.

Geralmente se utiliza algodão ou fibra oca de silicone.

Um exemplo é a fibra de bambu. O bambu, cada vez mais utilizado no design de interiores, é um material sustentável. Em algumas ocasiões, ele pode ser combinado com a seda. Esse material enfatiza o seu respeito pelo meio ambiente: é 100% biodegradável. O bambu é quatro vezes mais transpirável do que as fibras de algodão.

Alguns destes recheios para capas nórdicas sintéticas são submetidos a tratamentos antimanchas, o que é, sem dúvida, uma vantagem.

Utilização de fibras no recheio para capas nórdicas

Conclusão

Como ideia final, queremos enfatizar a importância de escolher um bom recheio. Talvez você não pense nisso, mas um bom edredom ajudará a melhorar a qualidade do sono. Além disso, lembre-se de que você cobrirá este recheio com uma capa adequada de acordo com as suas preferências. A combinação entre recheio e capa, terá um ótimo resultado em termos de temperatura e também de estética ou aparência. A sua cama será cálida e acolhedora.