A cor verde menta: serenidade no espaço

Uma cor que faz parte das novas tendências para a decoração da casa. Se quisermos mudar a perspectiva e buscar originalidade, essa é a cor mais adequada.
A cor verde menta: serenidade no espaço

Última atualização: 20 Dezembro, 2020

A decoração da casa deve ser composta por recursos que possam transmitir um sentimento, uma sensação, uma inquietude, etc. Por isso, é hora de conhecermos a cor verde menta como um conceito estético original.

Essa tonalidade não é comum nas casas e menos ainda quando localizada em cômodos como a sala de estar ou o quarto; entretanto, ela tem muito a oferecer e, na verdade, não conhecemos formulações interessantes desses cromatismos que geralmente são incomuns.

A principal questão que devemos considerar é o significado que queremos para os interiores. Dependendo da tonalidade que escolhermos e do espaço onde ela for aplicada, assim será a composição e o conteúdo estabelecido para proporcionar um significado.

A cor verde menta na sala

Sal de estar: serenidade no espaço

A cor verde menta está na faixa dos tons pastéisÉ um pouco pálida e, além disso, não é estridente; de fato, mantendo os modelos composicionais com o restante dos móveis, é produzido um efeito estético verdadeiramente atraente.

Na sala de estar, podemos trabalhá-la diretamente sobre um móvel específico: o sofá, uma estante, uma mesa, o móvel da televisão, etc. É conveniente que ela apareça de forma esporádica e um pouco espontânea, mas que não domine excessivamente para não sobrecarregar o espaço.

A pergunta que fica é se ela pode estar nas paredes. É verdade que existem possibilidades, mas é recomendável que seja o mais tênue possível. Da mesma forma, ela pode ser encontrada na moldura de janelas e portas, proporcionando um toque cada vez mais jovial.

Foi comprovado que esta cor ajuda a acalmar o espírito e transmite esperança.

Como trabalhar a cor verde menta na cozinha?

A cor verde menta: serenidade no espaço

Imagem: pinterest.es

Se tivermos que escolher um espaço da casa onde ela se adapta melhor, trata-se da cozinha. Nela, encontramos múltiplas possibilidades e diferentes formulações para trabalhá-la. Veremos 4 recursos para aplicá-la:

  1. Os móveis geralmente são o principal suporte para tematizar a cozinha cromaticamente. Se for estabelecida em armários altos e baixos, é conveniente que os eletrodomésticos, os outros móveis e as paredes sejam brancos para gerar um contraste.
  2. Se quisermos dar um look vintage, a geladeira é considerada mais um recurso em que essa cor fica muito bonita, simulando aquelas mais antigas que geralmente tinham esse tom. Por sua vez, também pode ser acompanhada por outros elementos, como bancos ou móveis.
  3. A cúpula da luminária é outro recurso onde podemos aplicá-la. Se realmente quisermos que ela tenha maior destaque, podemos deixá-la sozinha; por outro lado, também é possível acompanhá-la com outros elementos.
  4. Por fim, cabe destacar que as cozinhas que possuem ilha central devem incluir bancos. Se eles estiverem em tons pastéis, não pode faltar o verde menta. Em última análise, ele suaviza o ambiente e gera bem-estar.

A cor verde menta no quarto

A cor verde menta: serenidade no espaço

Imagem: pinterest.es

Uma das partes da casa em que o seu tratamento é mais complexo é o quarto. Geralmente, usamos tons neutros ou escuros para obter um ambiente mais sério e calmo; no entanto, o verde menta também oferece essas qualidades.

Sem dúvida, é nas paredes que ele fica melhor. É possível cobrir todas as paredes ou alternar com o branco. No entanto, se esse for o caso, o restante dos móveis deve conter tons claros contrastantes.

Por outro lado, não é comum encontrá-lo em roupas de cama, mas, se for dessa forma, é interessante combiná-lo com cores neutras ou brancas. A colcha ou simplesmente o cobertor que é colocado por cima são recursos aceitáveis para a personalização.

O banheiro, o seu contexto ideal

A cor verde menta: serenidade no espaço

Imagem: pinterest.es

O verde menta oferece não apenas uma estética delicada, como também serenidade e uma certa pureza, e até mesmo uma sensação de limpeza. Por isso, esta é uma tonalidade que está presente em clínicas e centros médicos. Assim, no banheiro, o conceito de higiene e limpeza é reforçado.

Pode estar presente tanto nas paredes quanto nos móveis, nas toalhas ou nos próprios sanitários. Além disso, a melhor combinação, conforme já foi dito até agora, é com o branco, pois ambas as cores favorecem a sensação de limpeza e tranquilidade.

Pode interessar a você...
O azul da Prússia e seu caráter soberano
Decor TipsLeia em Decor Tips
O azul da Prússia e seu caráter soberano

O azul da Prússia é uma cor que não passa despercebida apesar de ser escura e tênue. Oferece um caráter sofisticado, elegante e calmo.

 



  • Atkins, Caroline:Colorea tu hogar, Londres, Ceac, 2003.