A cadeira Zig Zag de Gerrit Rietveld

24 Março, 2020
Quando se trata de romper com os estereótipos do design de interiores, a cadeira Zig Zag consegue fugir das convenções e oferecer um significado mais vanguardista.
 

No mundo do design de interiores, é possível encontrar todos os tipos de móveis, desde os mais vanguardistas até os mais extravagantes. Sem dúvida, os designers trabalham para encontrar novas ideias e outras perspectivas. Um caso particular é a cadeira Zig Zag, de Gerrit Rietveld.

É verdade que não é fácil incluir produções como essa cadeira na decoração da nossa casa. Ela precisa de um estilo que se adapte bem ao seu design, sem nunca esquecer a importância da harmonia em todo o ambiente.

Por esse motivo, é necessário valorizar a originalidade oferecida por Gerrit, tendo em mente que não será fácil incorporar esse recurso em uma decoração tradicional ou clássica, como a que a população geralmente possui. De fato, ela se consolida como um elemento inovador e que rompe completamente com os moldes pré-estabelecidos.

História da cadeira Zig Zag

A cadeira Zig Zag de Gerrit Rietveld
 

Cadeiras zig zag / dojoarquitectos.com

A cadeira Zig Zag foi criada entre 1932 e 1934 a partir dos projetos do arquiteto holandês Gerrit RietveldNela, será refletida toda a influência que ele recebeu das vanguardas históricas que vinham se desenvolvendo desde o início do século XX e que iriam eclodir no segundo terço desse século.

O cubismo será a fonte principal da qual esse arquiteto irá beber. As abordagens estéticas e o próprio desenvolvimento artístico que essa corrente promove tornam a cadeira uma obra muito interessante. Basta ver a maneira como as formas são reduzidas à estrutura mais básica possível.

Atualmente, ela pode ser vista no MoMA, em Nova York. Por ser um design original feito por um arquiteto renomado, o seu preço no mercado é muito alto, podendo exceder os 1.200 euros. Portanto, não estamos diante de um móvel que tenha um preço acessível.

Esta obra é o reflexo fiel da evolução da arte em direção à expressão mais reduzida das formas.

 

Expressão estética e significado artístico

A cadeira Zig Zag de Gerrit Rietveld

Cadeira Zig Zag / spanish.alibaba.com

Ao analisar as características mais importantes deste produto decorativo, devemos considerar os diferentes aspectos estéticos que ele oferece, além do material e da própria estrutura em si. Estamos diante de um recurso que chamaria a atenção em qualquer espaço em que estivesse localizado.

  • A cadeira é composta simplesmente de quatro módulos; cada um tem uma disposição diferente a fim de ganhar estabilidade e fornecer, ao mesmo tempo, funcionalidade. Embora sua aparência chame a atenção, ela também tem uma utilidade em casa.
  • Prevalecem apenas linhas retas, gerando estabilidade e a combinação de diagonais, verticais e horizontais. Destacam-se também as pontas que se projetam em cada parte de maneira contundente, com ângulos agudos bem pronunciados.
 
  • Em termos estéticos, é gerada uma simplicidade estrutural muito curiosa. No fundo, este é um móvel feito de uma maneira muito básica e sem que as partes gerem qualquer tipo de conflito, denotando rigidez e tensão.
  • Rompe com os moldes pré-definidos até o momento. Sem dúvida, nada tem a ver com os móveis clássicos que predominavam nas casas em meados do século XX. Esse fato faz com que a cadeira se torne um foco de atração e a sua aplicação fique limitada a certos estilos vanguardistas.

Funcionalidade e ruptura com o convencional

A cadeira Zig Zag de Gerrit Rietveld

Cadeira Zig Zag / archiexpo.es

O principal objetivo de Gerrit é fugir das linhas convencionais do design de interiores. Ele tomará como referência as correntes artísticas que apareceram na primeira metade do século XX e tentará aproveitar ao máximo os seus princípios teóricos.

 

Dessa maneira, poderíamos definir a ideia desse arquiteto sob os parâmetros do movimento De Stijl, no qual artistas como Mondrian ou Doesburg trabalharam as linhas retas, os módulos, a geometria e as cores.

Daí a ideia de construtivismo e neoplasticismo oferecida por essa cadeira; de fato, ela pode ter várias utilidades. Além de servir como assento, também pode servir como mesa de cabeceira ou como uma estante individual. Em outras palavras: é um suporte multifuncional.

As artes também estão presentes em áreas como o design de interiores.

Com quais estilos a cadeira Zig Zag pode combinar?

Cadeira Zig Zag / archiexpo.es

Pode ser complicado definir o estilo exato no qual esta cadeira se encaixa. No entanto, podemos apontar alguns nos quais faz mais sentido que ela apareça e possa trazer um significado.

 

Naturalmente, faz mais sentido que ela esteja nos estilos vanguardistas, além dos modernistas, minimalistas e, até certo ponto, dentro do estilo rústico.

  • Van den Eerenbeemt, Marc; Zwikstra, Willemijn: Gerrit Rietlveld: wealth of sobriety, Lectura Cultura, 2008.