8 chaves para reformar a cozinha

14 Novembro, 2020
Você está pensando em reformar a cozinha? Daremos as chaves para que isso se torne realidade. Vamos lá!

Se você está pensando em reformar a cozinha, mas não sabe por onde começar, não se preocupe porque o ajudaremos em todo o processo. Será mais fácil do que você imagina!

Tome nota porque as chaves que propomos vão lhe ajudar a obter o ambiente que você deseja, para que a cozinha seja mais útil e acolhedora e, o mais importante, sem estourar o orçamento.

Reformar a cozinha: mãos à obra!

chaves para reformar a cozinha

Reformar a cozinha pode ser uma verdadeira dor de cabeça, pelo menos se você não tiver uma lista das coisas às quais deve prestar atenção. Por isso, esta lista será útil para você.

1. Planeje bem a obra

Antes de iniciar as obras, é preciso ter muita clareza sobre o tipo de cozinha de que você precisa. Lembre-se de que não existe um modelo perfeito e que isso depende, em grande parte, do estilo de vida e das necessidades da sua família.

O melhor é que você faça uma lista para determinar as funções que deseja que ela cumpra: especifique se você vai apenas cozinhar ou se também serão feitas refeições nela, se é necessário espaço para uma despensa… E faça um orçamento inicial.

2. Tente ganhar espaço

chaves para reformar a cozinha

A primeira coisa que você deve considerar é a sua localização. Se você for reformar a cozinha, poderá aproveitar para colocá-la em um local mais adequado ou mais próximo da sala de jantar.

E mesmo se você quiser mantê-la no mesmo lugar, poderá ganhar alguns metros de um cômodo adjacente, como, por exemplo, a lavanderia ou um pequeno banheiro.

Instalar uma porta de correr ou dobrável ou mudar a direção de uma abertura podem ser duas boas soluções que ajudam a ganhar esse espaço extra que, às vezes, é tão necessário.

3. Reformar a cozinha organizando o espaço

As cozinhas em forma de U dispõem os móveis e eletrodomésticos em três paredes adjacentes. Esta é uma distribuição muito confortável para cozinhar, que reduz os percursos e coloca o triângulo de trabalho fora da área de passagem.

As cozinhas em forma de L, que têm duas paredes adjacentes, são ideais se você deseja criar uma cozinha-sala de jantar. Este tipo de ambiente é muito útil para espaços pequenos.

No entanto, aquelas que possuem móveis enfileirados são ideais para cômodos estreitos e longos. E, se o espaço que você tem é grande, pode se dar ao luxo de colocar uma ilha central.

4. Distribuição ideal

Distribuição ideal

Uma boa distribuição é aquela que traça um triângulo de trabalho seguindo uma rota o mais lógica possível: a geladeira pode estar em uma extremidade, a pia no centro e, por último, a área do fogão.

Entre cada uma dessas áreas, é conveniente deixar um espaço de cerca de 120 a 210 cm para trabalhar com conforto. Que tal colocar uma despensa ao lado da geladeira ou um módulo para armazenamento de produtos de limpeza ao lado da pia?

5. Evite erros

Nunca coloque a área para cozinhar embaixo da janela, pois isso impediria a instalação do exaustor e, se o fogão for a gás, a chama pode ser apagada. Se você colocar a pia sob uma janela, certifique-se de que a torneira não impeça a sua abertura.

Certifique-se de que a área de água e a área de cozinhar estejam próximas, mas nunca juntas. Além disso, é preferível colocar os armários a uma altura confortável (1,40 cm é o ideal) e evitar módulos excessivamente profundos.

6. Reformar a cozinha com os eletrodomésticos adequados

eletrodomésticos adequados

Antes de escolher os móveis, selecione os eletrodomésticos de que você realmente precisa. Você pode contar com as tecnologias mais recentes e comprar, por exemplo, um exaustor de alta potência.

Não se esqueça de também valorizar a estética. Se a sua cozinha é de uma linha atual, você pode escolher um modelo de eletrodoméstico com acabamento em aço inox. Se preferir que passem despercebidos, opte por modelos com painel ou integráveis.

7. Bancada útil

Escolha uma bancada prática se você for trabalhar muito nela. Se você quer ter bons resultados, deve adquirir materiais de qualidade que resistam a mudanças bruscas de temperatura, cortes, queimaduras e manchas.

As bancadas em mármore e granito são as mais clássicas e se destacam pela grande resistência ao desgaste. No entanto, tenha cuidado, porque algumas variedades são porosas e propícias à absorção de gordura.

8. Novas instalações

chaves para reformar a cozinha

Eletrodomésticos / infocasas.com.uy

Se a instalação tiver mais de 10 anos, aproveite para trocá-la ao reformar a cozinha. Calcule as tomadas de que você precisa; recomendamos que você tenha cerca de oito tomadas para pequenos eletrodomésticos.

E muito importante: lembre-se de que a pia deve ficar próxima a um ralo para não perder o percentual de declive; dessa forma, você evitará o aumento vertiginoso das despesas com encanamento.

Assim, como você deve ter visto, uma cozinha bem planejada ajudará a executar as diferentes tarefas de uma forma mais confortável e eficiente. Você acha que a sua está precisando de algumas mudanças?

Imagem principal: Wood photo created by kjpargeter – www.freepik.com