Qual tipo de calefação escolher para a sua casa

26 Fevereiro, 2019
Se você está indeciso quanto ao tipo de calefação que deve escolher, leia este post. Daremos as principais ideias de vários sistemas de calefação.

No artigo a seguir, daremos algumas ideias e dicas sobre o tipo de calefação que você deverá escolher para a sua casa. No mercado você encontrará vários sistemas de calefação à sua disposição. Simplesmente, você precisa encontrar aquele sistema que melhor se adapte às suas necessidades e às características da sua casa. Obviamente, cada casa é bem diferente uma da outra.

O tipo de calefação ideal para a sua casa

Em primeiro lugar, você terá que levar em consideração como é a área disponível, as janelas ou o tipo de isolamento. Com base nisso, precisaremos alcançar uma eficiência energética ou outra.

Como pode ser um pouco difícil escolher o sistema de calefação mais adequado para a sua casa, apresentaremos a seguir algumas características de cada tipo disponível.

tipos de calefação

Calefação a gás

É um sistema de calefação limpo e eficiente com garantias futuras. Mais e mais residências têm esse dispositivo e novas casas são construídas com fornecimento de gás e radiadores para garantir que a distribuição do calor seja completamente homogênea.

Não esqueça que o gás pode ser de diferentes tipos:

  1. Gás natural: a vantagem do gás natural é que não temos que nos preocupar com armazenamento, uma vez que ele vem de fora.
  2. Diesel para calefação: a principal vantagem é que ele aquece grandes superfícies. A desvantagem é que devemos armazená-lo em casa. É considerada uma energia poluente.
  3. Gás propano: a vantagem é que tem muita potência. O problema é que você não pode se esquecer de reabastecê-lo periodicamente.

Calefação elétrica

Com esse sistema, a eletricidade é convertida em calor. Além disso, é uma opção muito econômica.

Quanto à sua instalação, não precisamos fazer muitas obras; ela é bastante simples. Posteriormente, também não precisam de cuidados específicos no que se refere à manutenção.

Encontramos dois tipos: por acumulação e por convectores. O primeiro tipo funciona por meio de resistências elétricas. O segundo tipo funciona com uma resistência que aquece o ar que circula dentro dos convectores.

Além disso, não é um tipo de aquecimento que polui o meio ambiente; no entanto, ele requer um sistema elétrico avançado, já que consome muita energia e pode aumentar o custo da conta de luz.

Existem aparelhos de calefação móveis para diferentes áreas da casa e outros que são fixos. Por essa razão, eles são ideais para áreas muito específicas, em que o calor pode acabar resultando em calor excessivo.

Uma vantagem é que as áreas são aquecidas em um tempo muito curto, por isso não é necessário deixá-los ligados por muito tempo. Calefação elétrica é eficiente, mas muito cara; mais do que calefação a gás.

tipos de calefação

 

Energia termoelétrica

Esse sistema emite o calor através do aquecimento de um óleo especial através da transmissão de energia elétrica.

Cada radiador tem um termostato e eles são todos independentes. Assim sendo, naqueles quartos que não queremos aquecer, podemos deixar a calefação desligada, conseguindo assim, uma economia de energia surpreendente. No entanto, o uso abusivo de todos os radiadores poderá aumentar os custos. Dessa forma, se você tem uma casa com quartos grandes, não valerá muito a pena.

Ademais, no momento em que os radiadores estiverem desligados, eles ainda continuam emitindo calor por um período de tempo. A temperatura fica, de maneira geral, muito estável.

Calefação por piso radiante

Consiste em um sistema de tubos instalados sob o piso inteiro da casa. A água passa através deles; podendo ser fria ou quente.

Dessa maneira, a área dos pés ficará sempre mais quente que as áreas superiores do corpo. Mesmo assim, veremos como o calor será distribuído de forma totalmente homogênea por toda a casa.

O problema é que leva algum tempo para a água aquecer ou esfriar, então aconselhamos a instalação desse sistema de calefação em casas onde ele será usado continuamente. Caso contrário, não valerá muito a pena instalá-lo.

É um sistema de calefação que acaba sendo muito caro. Na verdade, em uma casa de 100 m², você poderá pagar um valor muito alto pela instalação. Além disso, são necessários muitos cuidados para a sua manutenção. No entanto, você poderá encarar a instalação desse sistema de calefação como um investimento a longo prazo, que será amortizado paulatinamente.

Embora ainda seja um sistema de calefação novo em muitos lugares, cada vez mais famílias escolhem esse sistema de calefação para a sua casa. Outra pequena vantagem é que ele permite que você ande descalço em casa e não ocupa nenhum espaço nos quartos, já que todo o sistema se encontra debaixo do piso. Por isso, em uma casa pequena é altamente recomendável.

Conclusão

Por fim, lembre-se de que na hora de pensar sobre o tipo de aquecimento que você deverá escolher para a sua casa, deve levar em consideração a possibilidade de precisar instalar uma caldeira com radiador de água (amplamente utilizada) ou a bomba de calor.

Qualquer uma dessas opções pode ser muito boa, você só deverá encontrar o sistema de calefação mais adequado para sua casa, dependendo das suas características e necessidades.