Passos prévios que você deve considerar antes de decorar a casa

02 Março, 2019
Antes de dispor um recurso decorativo, devemos ter em mente alguns aspectos de organização, distribuição e compra, para alcançar dessa forma, a qualidade na decoração.

Você tem uma casa nova e está pensando em como decorá-la? Não se deve fazer isso de maneira aleatória; por isso, estude muito bem cada recurso que você irá dispor e tenha em mente os passos prévios que você deve levar em consideração antes de decorar a casa.

Como regra geral, muitos erros são cometidos devido ao fato de que não é feito um estudo prévio da situação e, ao mesmo tempo, nenhum objetivo é definido. Nesse sentido, devemos atender a diferentes aspectos estéticos e de organização.

Dessa forma, quando você precisar decorar uma casa, pense que cada móvel e elemento decorativo terá uma importância e um significado no espaço.

Passos prévios que você deve considerar antes de decorar a casa: análise do local

Posicione-se no espaço e então observe bem cada cantinho. Você poderá fazer uma imagem mental do que poderia ser colocado em cada lugar; portanto, é bom que diferentes possibilidades sejam analisadas.

Análise do local

Porém, não é preciso ficar obcecado para que a decoração seja feita apenas de uma única forma. Entenda que pode haver diferentes fórmulas e que, com cada uma delas, um significado estético diferente poderá ser alcançado.

Para esclarecer, recomenda-se fazer um rascunho da disposição dos móveis em cada espaço. Assim, as ideias serão esclarecidas e a situação será vista com mais clareza.

– Antes de dar o passo inicial, reflita e pense sobre o que é melhor para decorar a sua casa. –

Pesquise ideias através de revistas e da internet

Certamente, muitas ideias vêm à sua mente sobre como decorar a sua casa; no entanto, você acha que está acertando? Pode haver outras fórmulas que fiquem melhor.

  • Revistas: são uma fonte muito prática para obter ideias. Elas fornecem fotografias, descrições e outros recursos que, afinal, você também poderá aplicar para a sua casa. O formato em papel ainda continua sendo utilizado, o que é muito útil para a leitura.
  • Internet: seja através de blogs, sites ou tutoriais em vídeo, é possível encontrar muitos exemplos de decoração. Na realidade, a internet é um mundo muito amplo, onde todos os tipos de conteúdo podem ser encontrados, especialmente sobre design de interiores.

Dê uma boa olhada nessas duas fontes de informação. Absorva todo o conteúdo possível, veja muitas fotografias e então reflita sobre as possibilidades da sua casa.

– Primeiro conheça as possibilidades que existem, depois você estará pronto para executá-las. –

Definir um objetivo a ser alcançado

Depois de obter as informações e ter uma ideia mais clara quanto às diferentes possibilidades existentes, você poderá definir um objetivo a ser alcançado; isto é, saber o que pode ser feito na sua casa.

Definir um objetivo a ser alcançado

  • Observe bem o espaço e comece a determinar o que pode ser colocado em cada local.
  • Decida o tipo de móvel que você vai comprar e a tonalidade que o local terá, tendo em vista que um diálogo deve ser estabelecido entre os móveis.
  • Faça uma lista dos melhores estabelecimentos para comprar produtos de decoração. Lembre-se que é melhor ter boa qualidade mesmo que o preço seja mais alto.
  • Decida também se você colocará recursos decorativos nas paredes (quadros, relógios, fotografias, etc.) ou se elas ficarão nuas.
  • Faça uma imagem global do local com toda a decoração que você acha que ele deve ter. O objetivo é chegar a esse ponto e começar a trabalhar.

Quais são as vantagens de definir um objetivo? Uma ideia clara e direta do que se pretende alcançar é obtida, eliminando assim outras possibilidades e tomando decisões sensatas.

Antes de comprar, verifique a qualidade do produto

Faça uma lista dos espaços comerciais onde você vai comprar os recursos decorativos. Tenha em mente as melhores marcas, as quais lhe oferecerão uma garantia de qualidade superior a outras de segunda categoria.

verifique a qualidade do produto

Quando estiver na loja, peça para experimentar o produto. Por exemplo, é fundamental que um sofá seja confortável e se adapte às suas necessidades, então você deve experimentá-lo sentando-se, recostando-se e sentindo a sua textura.

Por outro lado, a qualidade do material deve ser garantida, especialmente os produtos que são feitos de madeira, já que com o tempo eles podem se desgastar e dar uma aparência de decadência que prejudicará a imagem da sua casa.

Finalmente, compare os preços depois de ir a diferentes lojas; dessa forma, você poderá economizar ao mesmo tempo em que compra um produto de qualidade. Pense que você vai conviver com esses produtos por muitos anos.

Osorio Castillo, Emma Luisa: Decoración de interiores: casa de decoración y muebles, Universidad de Texas, 1953.