Estilo retrô: uma explosão de combinações

Você conhece o estilo retrô? Se a sua resposta for negativa, não se preocupe, pois mostraremos as melhores dicas para que você possa recriar esse estilo na sua casa. Tome nota!
Estilo retrô: uma explosão de combinações

Última atualização: 30 Junho, 2020

O estilo retrô, além do colecionismo e da nostalgia, tem como objetivo criar ambientes aconchegantes através do uso de móveis e objetos projetados no período compreendido entre as décadas de 1920 e 1970.

O essencial que devemos levar em consideração para reproduzir esse estilo é, portanto, ter certo conhecimento sobre as principais contribuições desses cinquenta anos de design.

Estilo retrô: com personalidade própria

Estilo retrô: uma explosão de combinações

Você deve ter em mente que criar ambientes inspirados no estilo retrô não significa acumular clássicos do século XX de forma desconexa. Também não consiste em clonar os estilos antigos para trazê-los aos nossos dias.

O espírito retrô funciona bem quando o melhor de cada época é usado como inspiração e um ambiente contemporâneo, funcional e com personalidade é recriado. Desta forma, você não irá falhar! 

É importante que você saiba que uma decoração retrô pode ser criada em qualquer espaço, independentemente de ser uma construção antiga ou moderna. É tudo uma questão de testar.

Além disso, considere que não basta que todos os elementos escolhidos sejam enquadrados nesse estilo, mas sim que seja buscada uma linha decorativa que dê coerência ao ambiente.

Não se esqueça de que é importante seguir um padrão para ajustar todos os elementos. Você deve evitar a saturação de móveis e objetos decorativos para não criar extravagâncias e interiores caóticos.

Estilo retrô: móveis

Os grandes protagonistas dos ambientes retrô são os móveis que, projetados durante esses cinquenta anos, se tornaram clássicos do século XX.

No entanto, precisamos dizer que os móveis originais, que foram fabricados na época, podem atingir preços realmente astronômicos. Por isso, é melhor comprar peças reeditadas, muito mais acessíveis para a maioria dos orçamentos.

Lembre-se de que, em geral, as peças clássicas podem ser combinadas harmoniosamente com os móveis atuais. De fato, é recomendável que isso seja feito, pois dessa maneira é possível obter um ambiente mais atualizado e descontraído.

Portanto, recomendamos que você tenha poucas peças cuidadosamente selecionadas e que a atenção do cômodo recaia sobre elas. Esta opção traz resultados imbatíveis.

Clássicos do design

Cadeira Barcelona

Cadeira Barcelona / plataformaarquitectura.cl

Os principais designers dos anos que compreendem esse estilo criaram modelos de móveis que atualmente se tornaram referências indiscutíveis dos ambientes retrô.

Alguns desses clássicos são autênticas obras de arte. Você quer conhecer algumas das peças que marcaram época e continuam sendo atuais? Vamos lá!

  • A cadeira Barcelona projetada pelo arquiteto Mies Van der Rohe para o pavilhão da Alemanha na Exposição de Barcelona em 1929.
  • O sofá Marshmallow é uma criação de George Nelson de 1956.
  • O balancim de fibra de vidro foi uma reinterpretação de Charles Eames da clássica cadeira de balanço, em 1950. 
  • A poltrona Diamond é o grande clássico criado em 1950 por Harry Bertoia.
  • A cadeira de Hans Wegner de 1963 é um exemplo de design moderno em madeira.
  • A cadeira Wassily de Marcel Breuer, criada em 1925, foi o primeiro móvel feito de tubo de aço na história.

Estilo retrô: detalhes especiais

Estilo retrô: uma explosão de combinações

Além dos móveis, há um grande número de objetos que ajudam a recriar o estilo retrô. Nesta categoria estão os eletrodomésticos, relógios, cinzeiros, telefones, vasos

Muitos deles, que são obras de designers famosos, tornaram-se itens de colecionador, enquanto outros podem ser encontrados em lojas de segunda mão a preços acessíveis.

Destacam-se os materiais metálicos, como por exemplo, o alumínio. Também devemos mencionar o vinil e o couro, tão distintivos na decoração retrô. Mas, o mais interessante é a combinação de vários desses materiais no mesmo elemento decorativo.

Não se esqueça de usar veludo e pelúcia, pois essas são duas texturas muito populares a serem consideradas para os móveis retrô. Você verá que elas darão muitas possibilidades para os ambientes desse estilo.

Quanto aos acessórios, precisamos dizer que os de vidro e cristal são os mais adequados para obter essa estética. Você não errará usando uma bandeja de vidro de murano ou vasos de vidro com cores fortes.

Cores ousadas

Os interiores retrô geralmente apresentam cores com personalidade e combinações ousadas. Tons de marfim, marrom e ocre são comuns, assim como alguns tons pastéis.

A combinação de branco com vermelho ou preto, ou com ambos, também é amplamente utilizada; no entanto, quando a ideia é criar contrastes divertidos, opta-se por combinar o turquesa com o fúcsia ou com o verde-limão.

As estampas marcantes, com formas geométricas, aparecem em esmaltados, estofados, tapetes e papéis de parede, dando ao ambiente esse contraponto divertido.

Você gosta do estilo retrô? Então siga as nossas dicas e lembre-se de que, para consegui-lo, é essencial não saturar demais o espaço.

Pode interessar a você...
Sonhando acordado: o estilo Mid Century
Mi DecoraciónLeerlo en Mi Decoración
Sonhando acordado: o estilo Mid Century

O termo estilo Mid Century foi criado por Cara Greenberg, que apresentou nos anos 80, uma coleção cujo tema eram as peças da metade do século XX.