Decorar com unicórnios, uma tendência mágica

02 Outubro, 2018
Decorar com unicórnios é a nova tendência na decoração de interiores. Use a imaginação e crie um ambiente único e encantador.

Atualmente, existem muitos estilos decorativos de inspiração muito diversa, no entanto, a tendência principal aponta para a busca do original. Por esta razão, não é estranho que seres mitológicos da literatura e da arte, como os unicórnios, por exemplo, façam parte da decoração de muitos ambientes. Decorar com unicórnios é a grande novidade na decoração de interiores.

Embora antes pudessem ser vistos como algo extravagante, atualmente não é estranho ver todos os tipos de objetos decorativos em forma de unicórnio. As apresentações são infinitas, mas todas compartilham uma característica em particular: elas chamam muito a atenção.

A decoração da casa, escritórios e outros espaços abriu as suas portas para esses animais mágicos que, longe de proporcionar um aspecto infantil ao ambiente, proporcionam um toque de originalidade e um ar de espontaneidade. Até certo ponto, eles também trazem um certo misticismo e um encanto surrealista.

Os unicórnios na decoração medieval

Os unicórnios na decoração medieval

Na verdade, os unicórnios na decoração, tanto em ambientes internos quanto externos, não são uma novidade. De fato, eles eram um elemento muito comum em tapeçarias e outras obras de arte da Idade Média e do Renascimento. No entanto, a princípio, eles não têm mais o mesmo significado.

Naqueles tempos, o simbolismo do unicórnio se referia, acima de tudo, às crenças cristãs. Considerava-se que este animal era uma representação de Cristo e, portanto, vinha a ser um símbolo de pureza, castidade e inocência. No entanto, os historiadores indicam que essa não é a única dimensão do seu significado.

O unicórnio, como símbolo, contém um grande mistério, porque a sua origem no imaginário coletivo é cheia de ambiguidades. De acordo com testemunhos recolhidos em várias fontes antigas, pode ter existido realmente uma criatura com características semelhantes às atribuídas a este animal mágico, mas, visto que nunca foi encontrada uma prova conclusiva de sua existência, ele se tornou um mito.

Os pesquisadores afirmam que uma das razões para a existência do unicórnio no imaginário coletivo reside no fato de que o ser humano busca se apegar a um elemento que representa a vida eterna e outros ideais.

Agora, além da sua complexa simbologia, o unicórnio vem a ser, em suma, um mistério que alimenta a imaginação das pessoas, independentemente da época, e que conseguiu saltar das obras da fantasia, onde é habitualmente encontrado, para outras áreas, como por exemplo a decoração.

Os unicórnios na decoração atual

Os unicórnios na decoração atual

Ao contrário dos murais, tapeçarias, estátuas de pedra e outros trabalhos anteriores, na decoração atual, os unicórnios são representados como cavalos brancos de silhueta estilizada, com um chifre na testa.

Os objetos com sua forma se adaptam a todos os tipos de estilo; incluindo a escultura geométrica em 3D. Por isso, os detalhes de sua apresentação podem variar consideravelmente e, portanto, eles se adaptam facilmente ao gosto de cada pessoa.

Cabe destacar que os unicórnios podem ser encontrados como objetos decorativos que podem ter mais de uma função. Este seria o caso dos relógios e luminárias, por exemplo.

A grande novidade na decoração de interiores com unicórnios são os ‘troféus de caça’. São figuras tridimensionais da cabeça do animal, que são colocadas na parede e nas quais podem ser pendurados (ou não) outros objetos, como por exemplo guirlandas de flores, fitas, bandeirinhas, etc.

Os troféus, ou melhor, os bustos de unicórnio, não só trazem originalidade ao ambiente, mas também uma maior riqueza em termos de perspectiva. Outros objetos decorativos em forma de unicórnio muito usados são:

  • Almofadas.
  • Adesivos de vinil.
  • Molduras para espelhos.
  • Móveis de todos os tipos: pufes, cabeceiras para camas, etc.
  • Figuras de madeira, metal, silicone e pelúcia (não necessariamente brinquedos).
  • Quadros (representações pictóricas de arte medieval, moderna, minimalista, street art, e outras).
  • Objetos incomuns e curiosos: chuveiros, ferramentas variadas (tesouras, pinças, entre outros).

Unicórnios e arco-íris

Recentemente, atribuiu-se ao unicórnio um aspecto muito mais colorido, tendo em vista a popularização do mito de que eles são incapazes de sentir algo que não seja alegria. Por isso, as versões mais marcantes dos objetos com sua forma incluem mechas coloridas ou diferentes tipos de acessórios nas cores do arco-íris.

No entanto, a explosão de cor não impede que os unicórnios entrem na decoração de interiores para todos os públicos. De fato, os unicórnios coloridos atraem muito mais a atenção do que os brancos; visto que eles já se tornaram um sinônimo de diversão, beleza e alegria.

A imaginação não tem limites quando se trata de dar novos usos aos elementos decorativos. Por esta razão, os unicórnios voltaram com tudo decorando todos os ambientes, tanto dentro como fora de casa. Agora só falta decidir como incorporá-los (ou não) de forma criativa aos nossos espaços.