Como resolver o problema do desgaste dos móveis

30 Agosto, 2020
Se dermos uma olhada ao nosso redor, talvez encontremos algum desgaste em um grande número de móveis. É hora de mudar essa situação e restaurá-los.

A passagem do tempo pode afetar a decoração da casa. Às vezes, os materiais ficam gravemente deteriorados, afetando a aparência externa e prejudicando a estética do ambiente; por esse motivo, analisaremos como resolver o problema do desgaste dos móveis.

Se olharmos para o estado das mesas, prateleiras, armários e assentos, entre outros, poderemos ver que a sua aparência já não é mais a mesma de quando foram comprados na loja. Por estarem em uso, eles certamente sofrerão alguns danos que, a longo prazo, tornam-se perceptíveis.

É hora de analisar qual é a situação de todos os nossos móveis, o que eles precisam para melhorar a sua situação e como podemos recuperar a sua imagem inicial. O procedimento não é simples, mas os resultados são formidáveis.

O desgaste dos móveis: verificação e avaliação

resolver o problema do desgaste dos móveis

Sala afrancesada / pinterest.es

O primeiro passo é verificar o estado dos móveis. Após um ano, é possível observar algum desgaste nas superfícies, como por exemplo, na mesa de jantar, onde a madeira perde a cor natural e pode haver marcas de leves impactos.

O sofá é outro dos recursos que mais sofre. Seja ele de couro sintético ou natural, a sua superfície vai se deteriorando levemente e o material se desgasta. Da mesma forma, isso também ocorre com as cadeiras, cujo uso diário leva a sérias consequências, mesmo que elas sejam metalizadas.

Uma vez que tivermos verificado a condição dos materiais, é hora de avaliar a situação e intervir para restaurar e melhorar a sua aparênciasomente assim poderemos alcançar um resultado eficiente.

Se dermos uma olhada ao nosso redor, veremos que os móveis sofrem graves consequências com o passar do tempo.

Resolver o problema do desgaste em uma mesa de madeira

resolver o problema do desgaste dos móveis

As mesas geralmente têm o protagonismo em diferentes espaços: sala de estar, sala de jantar, cozinha, escritório, etc. As que mais predominam são as de madeira e, por sua vez, elas são as que mais sofrem; por outro lado, aquelas feitas de metal ou de vidro geralmente sofrem menos danos. Vejamos os 3 passos a serem seguidos:

  1. É importante que não haja nenhuma sujeira, portanto, é necessário aplicar água e sabão neutro. Para não danificar a madeira, é melhor fazer esse processo com um pano macio de algodão ou estopa, sem encharcar demais.
  2. Uma vez que a superfície estiver seca, para remover o que estiver desgastado, devemos usar lã de aço e passá-la exercendo um pouco de pressão. Certamente, sobrará um pouco do verniz arranhado; ele pode ser facilmente removido com papel toalha.
  3. Em seguida, selaremos os poros e, finalmente, aplicaremos cera de abelha e carnaúba usando estopa. Para um bom acabamento, finalizaremos passando um pano de algodão seco com vinagre branco, para obter brilho.

Resolver o problema do desgaste dos móveis: o sofá

resolver o problema do desgaste dos móveis

Conforme comentamos anteriormente, o sofá é um dos móveis que mais sofre, pois ele geralmente é usado diariamente. Nesse caso, os que são feitos de couro sintético têm maior resistência e o desgaste não fica tão visível, enquanto nos de couro natural geralmente há marcas mais evidentes.

Antes de restaurar a superfície, devemos limpar o sofá com uma esponja ou escova e um produto especial para este material. Primeiramente, devemos desengordurar as partes que estiverem em pior estado.

Uma vez aplicados esses produtos, usaremos uma esponja abrasiva, passando-a várias vezes. Então, aplicaremos a tinta reparadora, espalhando-a com toques leves, certificando-nos de que ela corresponde à cor do sofá. Por fim, secaremos para acelerar o processo.

Como resolver o problema do desgaste dos móveis de metal

Mesa de metal

Os móveis de exteriores são os que apresentam maior desgaste. Isso ocorre por causa das intempéries e do seu uso na primavera e no verão. Por esse motivo, conheceremos quais são as soluções para melhorar a situação do metal.

Através de uma escova de aço, podemos lixar a superfície levemente e, se necessário, recorreremos a uma lixa forte para as áreas mais danificadas; é importante remover os vestígios de ferrugem. Para concluir esta etapa, removeremos toda a sujeira passando uma escova ou papel toalha.

Finalizaremos o processo, simplesmente pintando os móveis novamente. Para isso, devemos garantir que temos uma tinta adequada para metal. Dessa maneira, ocultaremos todas as imperfeições da superfície.

Smith, Alan: Cómo restaurar y reparar muebles, Madrid, Tursen-Herman Blume Ediciones, 1995.