5 dicas para tornar uma casa mais elegante

12 Novembro, 2020
O conceito de elegância no design de interiores não está ligado ao luxo e ostentação; na verdade, devemos recorrer aos componentes que, uma vez organizados e combinados, transmitam uma imagem sutil.

Todos nós gostamos de exibir a nossa casa. Quando trazemos convidados, geralmente deixamos tudo bem acondicionado e com os melhores adornos. Por isso, conheceremos 5 dicas para tornar uma casa mais elegante.

A decoração de uma casa diz muito sobre a personalidade do morador. Sem dúvida, os gostos são variados; cada pessoa escolhe de acordo com os próprios critérios e o tipo de estilo que deseja estabelecer no espaço.

Nesse sentido, procuramos exibir uma imagem distinta, gentil e atraente. O objetivo é que possamos nos orgulhar do design de interiores que criamos, pois tudo tem uma influência contundente: o mobiliário escolhido, a combinação de cores, o tipo de distribuição, etc.

1. A organização é tudo para uma casa mais elegante

dicas para tornar uma casa mais elegante

Os recursos que utilizamos para a decoração dependerão, em todo o momento, da organização. Se este conceito não estiver presente nos espaços, estaremos cometendo um erro grave, pois, dessa forma, a harmonia e a concordância estética serão completamente perdidas.

É fundamental manter uma organização racional dos recursos diariamente; ou seja, é importante que seja estabelecida uma distribuição adequada de todos eles e que, por sua vez, haja uma manutenção periódica.

A organização geralmente está associada à limpezaPor mais que procuremos adquirir os melhores produtos do mercado, é inútil introduzi-los em um espaço onde não existe um diálogo coerente.

A organização da casa deve ser considerada uma prioridade.

2. Uso de móveis de madeira

dicas para tornar uma casa mais elegante

Para tornar uma casa mais elegante, a madeira é um dos materiais mais cativantes, tanto por causa do seu aspecto quanto pela morfologia que pode apresentar; de fato, existem modelos muito interessantes no mercado. Vejamos 3 exemplos de móveis:

  1. A sala de jantar é o local perfeito para comemorações. Por isso, é importante ter uma mesa grande e um grupo de cadeiras para configurar o conjunto. Os designs podem ser mais depurados ou carregados, de acordo com o estilo que tivermos em casa.
  2. O móvel para a TV é composto por diferentes partes: prateleiras, gavetas, vitrine e espaços abertos. A ideia é que ocupe um lado da sala e que sejam dispostos diferentes tipos de recursos decorativos nas prateleiras.
  3. A cômoda no quarto é uma ótima aposta. Não só nos ajuda a guardar objetos e roupas, como também decora de uma forma sutil. Para lhe dar uma aparência mais peculiar, podemos aplicar uma técnica de desgaste na superfície.

3. O cuidado das plantas

O cuidado das plantas

A estética interna das casas é enriquecida através das plantas. O toque verde é sinônimo de frescor; porém, também podemos aplicar cores através das flores que, no fundo, transmitem vivacidade e energia.

Isso não significa que devemos sobrecarregar os espaços com muitas plantas. Na verdade, devemos escolher aquelas que sejam mais convenientes e organizá-las de forma coerente; ou seja, nos pontos onde possam transmitir um significado estético.

Por sua vez, elas requerem cuidados e atenção regulares. Não podemos negligenciá-las, pois perderiam o seu aspecto inicial e o objetivo não seria atingido.

4. Casa mais elegante: o tratamento das texturas

dicas para tornar uma casa mais elegante

A aparência externa dos recursos tem uma influência notável. As texturas transmitem sensações que, no fundo, convidam a desfrutar da própria decoração. Portanto, devemos levá-las em consideração para tornar uma casa mais elegante.

Assim, as superfícies aveludadas oferecem um carácter mais delicado e suave. Por outro lado, se quisermos transmitir maior seriedade e força, o couro e o couro sintético são materiais lisos que, além de tudo, oferecem uma imagem mais séria.

A primeira coisa que percebemos no primeiro olhar são as cores e texturas.

5. Uma iluminação estética e funcional

Uma iluminação estética e funcional

Imagem: pinterest.es

Para determinar o tipo de iluminação, tudo é uma questão de escolher os pontos de luz mais adequados e, sem dúvida, que proporcionem calor. A ideia é que os espaços se tornem lugares agradáveis ​​e tranquilos.

Em particular, o modelo retrátil funciona muito bem e se encaixa perfeitamente nos interiores. Por sua vez, focos e luminárias se configuram como fontes que auxiliam na ambientação.

Em suma, a combinação de todos esses componentes decorativos nos ajuda a criar uma atmosfera sutil, acolhedora e única. Assim, o nosso objetivo será alcançado: tornar uma casa mais elegante.

Imagem principal: Light photo created by mrsiraphol – www.freepik.com

 

  • Singer, Margo: Textile Surface Decoration: Silk and Velvet, University of Pennsylvania Press, 2007.
  • Sudjic, Deyan: La luz y el color en la decoración, Folio, 1992.